Marlene Constantino

Cada pedacinho de sonhos guardados, quando tocados renascem, voam como borboletas

Áudios

O ESPELHO
Data: 27/01/2016
Créditos:
Texto: O ESPELHO - Marlene Constantino
Recital - Voz: roselves Alves
Editor: Média Player

Agradeço de coração o amigo poeta aqui do Recanto das Letras, roserves Alves, pelo recital, pela bela voz, pelo presente carinhoso que recebi. Muito obrigado.
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



O ESPELHO
Marlene Constantino


Um no outro somos o espelho,
você se vê em mim refletido,
como em você sou o reflexo..
O que quer que eu seja serei
porque o espelho jamais muda
o que mostramos a ele.

Quero ser um espelho inteiro
jamais um espelho trincado,
porque se um dia o amor
se mostrar presente
no brilho dos teus olhos,
verás em mim que eu te amo.

Ame muito, des-ame também.
Cure as feridas, não guarde mágoa,
sonhe, viva a lembrança,
sinta a saudade,
mas jamais esqueça de viver você.
Você existe e é importante.
Não chore,
sorria porque és meu espelho,
e nele quero sempre e muito sorrir.
Enviado por Marlene Constantino em 23/06/2006

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras