Marlene Constantino

Cada pedacinho de sonhos guardados, quando tocados renascem, voam como borboletas

Áudios

BALÉ DE ASAS
Data: 09/08/2016
Créditos:
Texto: BALÉ DE ASAS- Marlene Constantino
Recital - Voz: roselves Alves
Editor: Média Player

Agradeço de coração o amigo poeta aqui do Recanto das Letras, roselves alves, pelo recital, pela bela voz, pelo presente carinhoso que recebi. Muito obrigado.
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


BALÉ DE ASAS
Marlene Constantino

Um mar de emoção...
Borboletas enfeitam o olhar
dá cor a um jardim em floração.
Borboletas vão e vem
num balé de asas no interior
colorindo de gozo o coração.
É como se pudéssemos ver o céu
nas profundezas do oceano...
Sentir e ver a primavera florescer
pelo espelho da ilusão...
No ápice da paixão...
borboletas fazem-nos voar
em busca de um oásis em cor,
mas somente por amor
deixamo-nos morrer, escorrer em dor
pra depois renascer em flor.
 
24/09/2010
 
Eu posso voar!!!
 
Deixar o pulsar do coração
Embalar a imaginação
Atingir os anseios
Chegar no recôndito
Da emoção que exala pelas entranhas...
 
Marcos Sergio T. Lopes
Enviado por Marlene Constantino em 10/07/2016

Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras