Marlene Constantino

Cada pedacinhos de sonhos guardados, quando tocados renascem, voam como borboletas

Textos


Imagem- Arte Mara Pontes


GOTAS DE AMOR
Marlene Constantino

 
Desse meu céu anil, caíram pétalas.
As pérolas que as conchas escondiam.
Foram gotas de amor inundando o mar.

Não diga nada, nada do que quiser falar.
Deixa, que a minha voz, fale do meu jeito,
deixa, que no meu peito, só flua sentimento.

 Não diga nada, deixa os meus olhos marejar
as gotas desse amor, da veia, até se esgotarem.
Venha com doçura, vem sentir o meu sonhar 
com meu terno amor, faço-te minha verdade.

Todas as pérolas, soltas no meu mar de amar
cobrirá teu corpo até que, se faça eternidade.
Não diga nada, deixa que essa voz seja o meu falar.
São pérolas soltas, gotas de amor, que inundam o mar.
15/11/2007 
Marlene Constantino
Enviado por Marlene Constantino em 07/01/2018
Alterado em 07/01/2018

Música: Nao Diga Nada - Gilliard

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras