Marlene Constantino

Cada pedacinhos de sonhos guardados, quando tocados renascem, voam como borboletas

Textos




FALE DE AMOR PRA MIM
Marlene Constantino

Vem, mude o verbo, fale de amor
tire o fel, dos teus lábios quero o mel.
Adoce a vida, apazigue em mim a dor.
 
Vem, mude a direção, contorne, retorne,
há bocas de leões ferozes, famintas,
que povoam campos abertos, minados.
 
Vem mude o verbo, fale de amor,
fale do essêncial submerso no mar,
da luz, que acende a chama da intuição.
 
Vem a mim doce, suave pluma, liberto,
desperto em nuvem, em flutuante poesia.
Quero-te em mim cálido, aberto em flor
 
no contorno dos lábios, na íris do olhar,
embevecida na alma a tua luz cristalina.
Vem, mude o verbo e fale de amor pra mim
 
04/07/2007

 
Marlene Constantino
Enviado por Marlene Constantino em 01/10/2018
Alterado em 01/10/2018

Música: suzanne ciani - Suzanne Ciani

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras