Marlene Constantino

Cada pedacinhos de sonhos guardados, quando tocados renascem, voam como borboletas

Textos




NO ESPELHO
Marlene Constantino

 
Não falei do cansaço, nem de ilusão
falei do chão, que levou meus pés além,
ao alcance do que pedia o coração.
Voei.

 
Marlene Constantino
Enviado por Marlene Constantino em 03/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras