Marlene Constantino

Cada pedacinhos de sonhos guardados, quando tocados renascem, voam como borboletas

Textos




ESTRELA CADENTE
Marlene Constantino

^A^¤Söl*®

Neste momento estou imune
a qualquer sensação...
desprovida de qualquer emoção.
Morta para qualquer investida,
totalmente nua dessa inquietude.
Nem quero entender questões de amor,
ausência, saudade, flores mofadas,
nem me perder em interrogações.
Nem mesmo o doce, o sorriso da lua,
o orvalho no amanhecer...
Quero sim, sentir como a estrela
caindo nos braços do oceano,
renovando e brilhando como
a estrela_do_ mar.
Marlene Constantino
Enviado por Marlene Constantino em 29/08/2019
Alterado em 29/08/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras