Marlene Constantino

Cada pedacinhos de sonhos guardados, quando tocados renascem, voam como borboletas

Fotos
Álbuns > IMAGENS > SILÊNCIOS

SILÊNCIOS
Sou concha num mar incerto, guardando sorrisos numa inquietante saudade!



Site do Escritor criado por Recanto das Letras