Marlene Constantino

Cada pedacinho de sonhos guardados, quando tocados renascem, voam como borboletas

Textos


Imagem Arte Mara Pontes

NADA É PERFEITO
Marlene Constantino

Gosto de olhar o horizonte inteiro,
com todos os seus prós e contras.
Preciso olhar para o sol,
mesmo que este queime as minhas retinas.
Preciso sentir o frio
arder em meus ossos, até não poder mais
seguir adiante.
Preciso ter olhos para ver,
ouvidos prontos para ouvir,
pele sensível para sentir,
um peito largo para receber tamanha ingratidão.
Preciso saber 
o quanto alguém é capaz de magoar
um coração que só quer amar.
Deus deu-me a visão, audição, sensibilidade
mas como nada é perfeito
 deu-me a fraqueza na língua,
revido à mágoa
com o meu mortífero silêncio.
 
08/05/2011

 
Marlene Constantino
Enviado por Marlene Constantino em 23/05/2017

Música: Carry You Home - James Blunt

Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras