Marlene Constantino

Cada pedacinhos de sonhos guardados, quando tocados renascem, voam como borboletas

Textos



Lua cheia

Meus sonhos verdejam 
nas noites de lua cheia. 
A brisa cheirando à alfazema, 
na noite esparrama, 
lembrança de que a vida 
começa quando ela chega. 
Os meus mais ardiz lampejos, 
desejos e entregas: 
"A minha mais calorosa poesia"


Marlene Constantino
^A^¤Söl*®
01/05/2019
Marlene Constantino
Enviado por Marlene Constantino em 01/05/2019
Alterado em 18/09/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras