Marlene Constantino

Cada pedacinhos de sonhos guardados, quando tocados renascem, voam como borboletas

Textos


Imagem: Arte Auber Fioravante Jr.


SILÊNCIOS
Marlene Constantino
^A^¤Söl*®

 
Movimento:
Sonhos, lembranças, ternura,
intuição: - asas para voar.
Às vezes nuvem,
um céu de cinzas, um mar de lágrimas.
Em meio às flores, um tanto de espinhos.
Risos e gemidos em comunhão,
Um mundo de silêncios repleto de sons,
“o gosto pelo sol da minha Solidão”
Marlene Constantino
Enviado por Marlene Constantino em 27/05/2019
Alterado em 27/05/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras