Marlene Constantino

Cada pedacinhos de sonhos guardados, quando tocados renascem, voam como borboletas

Textos




SÓ MAIS UM MINUTO
Marlene Constantino
^A^¤Söl*®
 
Passou rapidamente por mim aquele rosto:- enigmática expressão. 
Tentei me convencer ser apenas uma fotografia, uma imagem, uma ilusão, uma miragem, mas foi muito mais que isso, não estava na tela ou no papel, estava em algum lugar que eu não conseguia alcançar.  
Aquele horizonte puxava-me para cada vez mais perto, como  o céu sugando o mar, e ao mesmo tempo que eu negava fixar meus olhos,  me chamava para mais um minuto.
Sim, mais um minuto de permanência, mais uma lágrima e o abandono.
“Incontáveis minutos e aquele rosto, estático, não sorriu pra mim”. 
                                                Marlene Constantino                                                                                     
Marlene Constantino
Enviado por Marlene Constantino em 07/06/2021
Alterado em 16/06/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras